Teve lugar no dia 3 de Fevereiro, ao final da tarde, na Residência da Embaixada de Portugal a cerimónia de entrega do Prémio Joana Abranches Pinto. Trata-se de um galardão criado em 2008 pela antiga Vice-Cônsul da Embaixada de Portugal, Senhora D. Joana Abranches Pinto (ver link aqui). Pretende-se premiar artistas de nacionalidade portuguesa ou japonesa que contribuam para o aprofundamento das relações culturais entre Portugal e o Japão nas áreas das artes plásticas, arquitectura, música, cinema, teatro ou audiovisuais.
Nesta primeira edição foi galardoado o artista japonês Jun Shirasu. Este artista estudou em Tóquio, Londres e Lisboa, tendo sido discípulo de Bartolomeu Cid dos Santos. É autor de painéis de azulejos em Tóquio (estação de Nihonbashi), Macau (Museu de Macau), Almada (Estação do Pragal) e Palmela (estação ferroviária). Apresentaram-se este ano oito candidatos ao Prémio Joana Abranches Pinto.
O artista Jun Shirasu é representado em Portugal pela Galeria Ratton.
Esteve presente na cerimónia a Senhora D. Joana Abranches Pinto e cerca de 100 convidados dos meios artísticos e culturais japoneses.

Senhora D. Joana Abranches Pinto

O artista japonês Jun Shirasu, galardoado este ano