Wenceslau de Moraes (1854 – 1929)

moraes

Wenceslau José de Sousa de Moraes nasceu em Lisboa, a 30 de maio de 1854. Era filho de Wenceslau de Moraes e de Maria Amélia Figueiredo Moraes. Oficial da Marinha, completou o curso da Escola Naval em 1875, tendo prestado serviço em Moçambique, Macau, Timor e Japão.

Após ter frequentado a Escola Naval, serviu a bordo de diversos navios da Marinha de Guerra Portuguesa. Em 1885, viaja pela primeira vez até Macau, onde se estabelece. Foi Imediato da Capitania do Porto de Macau e professor no liceu da mesma cidade, desde a sua fundação, em 1894. Durante a sua estada em Macau casou com Vong-Io-Chan (Atchan), mulher chinesa de quem teve dois filhos, e estabeleceu laços de amizade com Camilo Pessanha.

Em 1889 viaja até ao Japão, país que o encanta e onde regressa várias vezes nos anos que se seguem no exercício das suas funções. Em 1897 visita o Japão na companhia do Governador de Macau, sendo recebido pelo Imperador Meiji. No ano seguinte, deixa Atchan e os seus dois filhos em Macau e muda-se definitivamente para o Japão, como Cônsul em Kobe.

w de moraes

No Japão, a sua vida é marcada pela atividade literária e pelo relacionamento com duas japonesas: Ó-Yoné Fukumoto e Ko-Haru.

Durante os trinta anos que se seguiram, Wenceslau de Moraes tornou-se a grande fonte de informação portuguesa sobre o Oriente, partilhando com os leitores portugueses experiências íntimas do quotidiano japonês.

Em 1913, amargurado com a morte por doença de Ó-Yoné, Wenceslau de Moraes renunciou ao seu cargo consular, mudando-se para Tokushima, terra natal daquela. Aí viveu com Ko-Haru, sobrinha de Ó-Yoné, que viria também a falecer por doença.

Em Tokushima, o seu quotidiano tornou-se idêntico ao dos japoneses. Cada vez mais solitário, e com a saúde minada, Wenceslau de Moraes viria a falecer em Tokushima, a 1 de julho de 1929, aos 75 anos de idade.

Wenceslau de Moraes foi autor de vários livros sobre assuntos ligados ao Oriente, em especial ao Japão:

1895 – Traços do Eculto do chá wenceslau de moraisxtremo Oriente

1897 – Dai Nippon

1904 – Cartas do Japão

1905 – O Culto do Chá

1906 – Paisagens da China e do Japão

1907 – A Vida Japonesa

1916 – O Bon Odori em Tokushima

1917 – Ko-Haru

1919 – O Tiro do Meio Dia

1923 – O-Yone e Ko-Haru

1924 – Relance da História do Japão

1926 – Serões no Japão

1928 – Relance da Alma Japoneza